DOPAMINA X EMAGRECIMENTO

DOPAMINA X EMAGRECIMENTO

Os nossos neurônios, que são as células do cérebro, têm a capacidade de produzir substâncias químicas chamadas neurotransmissores. Cada neurotransmissor tem suas funções específicas no corpo, passando informações às demais células.

Dentre eles está a dopamina que está ligada à memória, ao controle do movimento e a sensação de prazer.

Quando algo agradável nos acontece, liberamos dopamina desencadeando impulsos nervosos para sentirmos bem estar e prazer. E é exatamente isso o que acontece quando vemos alguma comida que nos agrada; a dopamina é liberada, a expectativa da recompensa acontece e isso induz ao próximo passo que é comer o alimento para que a sensação de prazer se prolongue ainda mais.

Conforme repetimos o comportamento o cérebro fica condicionado a associar a liberação de dopamina à ingestão de alimentos.

Os alimentos ricos em gordura e açúcar têm a propriedade de desencadear todo esse processo de forma mais fácil, facilitando a compulsão alimentar. Curiosamente o vício de drogas também acontece de maneira muito parecida no nosso cérebro.

Mas a dopamina também pode ser liberada de modo mais saudável, através da ingestão de alimentos ricos no aminoácido chamado tirosina que está envolvida na síntese de dopamina. São eles: feijão, amêndoa, carnes, abóbora, ovos, abacate, derivados do leite, nozes, entre outros.

Além disso, é possível treinar uma parte do cérebro chamada ínsula que é responsável por controlar o desejo compulsivo por alimento.

Sobre o Autor

Naiara
Naiara

Sou formada em Nutrição desde 2001, minha missão é ajudar pessoas a se livrarem do sobrepeso e obesidade através de mudanças profundas e consistentes.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.